Apple é novamente processada por roubar tecnologia de câmeras de lente dupla


Com a reputação de se envolver em vários processos judiciais, processando ou sendo processada, Apple agora sofre um novo processo sugerindo que a mesma poderia ter roubado a tecnologia da câmera para alguns de seus smartphones.

De acordo com um relatório da iDrop News, a empresa israelense Corephotonics apresentou uma queixa contra a Apple no Tribunal Distrital dos EUA, sugerindo que a Apple roubou algumas de suas patentes.

Processo da Apple Dual Camera

A Apple foi acusada de violação de patente pela Corephotonics, que envolve tecnologia de câmera dupla vista no iPhone 7 Plus, no iPhone 8 Plus, no iPhone X, no iPhone XS e no iPhone XS Max. Também foi dito que a Apple roubou cerca de 10 patentes da Corephotonics por sua tecnologia de câmeras. As patentes foram arquivadas no Escritório de Patentes e Marcas dos EUA (USPTO) entre novembro de 2013 e junho de 2016. Além da tecnologia de lentes duplas, as patentes envolvem tecnologia de câmera, como zoom óptico, lente mini-telefoto e uma técnica de software para combinar fotos tiradas de duas lentes de câmera diferentes.

Relação Apple x Corephotonics

A Corephotonics e a Apple mantêm uma relação judicial desde 2017; o primeiro processou a Apple em 2017 pela mesma tecnologia de câmera dupla vista no iPhone 7 Plus e no iPhone 8 Plus.

Agora, a empresa entrou com outro processo que envolve mais iPhones da Apple na escritura. A empresa israelense também sugeriu que a Apple tenha se reunido com sua equipe para discutir a tecnologia de câmeras duplas e um possível acordo de licenciamento. No entanto, supostamente roubou a tecnologia e apresentou sua versão no iPhones.

Outra coisa para se por em nota é que a Apple adquiriu outra empresa israelense, a LinX, em 2015, insinuando que a Apple poderia ter usado sua tecnologia na realidade. A Corephotonics está exigindo uma quantia a ser decidida no julgamento do júri e uma medida cautelar permanente.

Outro processo

Aproveitando o assunto sobre processo, recentemente dois usuários da Apple processaram a Apple por não divulgar que ela compartilha dados do usuário do iCloud com serviços de terceiros da Amazon e do Google. Isso marca um caso de quebra de contrato, violação da Lei de Concorrência Desleal da Califórnia e propaganda enganosa. O processo, apresentado por Andrea M. Williams e James Stewart, espera uma ação coletiva contra o major de tecnologia de Cupertino.

Fonte: iMore

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.