85 aplicativos Adware com 8 milhões de downloads foram removidos da Play Store


O Google removeu mais de 85 aplicativos da Play Store após um relatório da Trend Micro. Esses aplicativos, disfarçados como aplicativos de edição de fotos e jogos, foram baixados mais de oito milhões de vezes da loja. A TrendMicro mencionou todos os 85 aplicativos de adware nesta lista.

Aplicativos de adware se concentram em lançar anúncios em tela cheia em seu smartphone, geralmente executados em segundo plano, gerando anúncios. Eles também são difíceis de desinstalar, pois esses aplicativos se ocultam após a instalação. O adware detectado nesses 85 aplicativos é o AndroidOS_Hidenad.HRXH. "Não é sua família de adware comum", escreve Ecular Xu na Trend Micro. Os aplicativos explorados funcionam de modo a evitar a detecção do usuário.

Os pesquisadores da TrendMicro descobriram que os aplicativos fraudulentos ficariam inativos por pelo menos 30 minutos após a instalação. Depois disso, os aplicativos ocultariam automaticamente seu ícone e o substituiriam por um atalho na tela inicial. Assim, o aplicativo permaneceria no dispositivo mesmo se o usuário decidir desinstalá-lo por meio do processo de arrastar e soltar.

Os aplicativos também registraram carimbos de data e hora quando um usuário desbloqueia o dispositivo. "Uma vez que as condições sejam atendidas, os anúncios serão exibidos na tela", diz o relatório. No entanto, a equipe acredita que os usuários que utilizam o Android 8.0 ou superior podem não ser afetados. Isso ocorre porque as versões mais recentes do Android aceitam o consentimento do usuário antes que um aplicativo tente adicionar um atalho, sendo assim, os usuários ficam desconfiados sobre a atividade do aplicativo.

O Google continua removendo aplicativos que são considerados maliciosos, porém, as etapas geralmente acontecem depois que milhões instalam o aplicativo. Devido a grande massa de downloads, pesquisadores de fraudes em aplicativos ficam mais alertas mediante o trafego dos mesmos.


Fonte: Trend Micro

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.