Ryzen 5 3600 bate Intel Core i7 8700K

Processador de entrada da AMD bate topo de linha da Intel, confira os números.


Os novos processadores da AMD mal chegaram e já foram colocados para bater frente com outros processadores. O primeiro a ir pro teste de fogo foi o Ryzen 5 3600 que teve como adversário o Intel Core i7 8700K. Estranho este comparativo? A primeiro momento sim pois o i7 8700K custa entre R$ 2000,00 a R$ 2500,00 enquanto que o Ryzen 5 3600 é vendido a R$ 1099,00 mas quando você ver os resultados surpreendentes verá que este comparativo faça sentido (ou não). 

Os dados que serão apresentados a seguir foram coletados no canal do YouTube da loja Pichau então todos os devidos créditos irão para eles.

Média de FPS  

Por mais absurdo que possa parecer, por conta da grande diferença de preços, os Ryzen 3600 conseguiu superar o i7 8700K por poucos FPS mas superou! O resultado é impressionante pois o processador da Intel pode custar até mais que o dobro que o processador da AMD. Confira os números abaixo. 

reprodução/Canal Pichau
Temperatura  

No que diz respeito a temperatura o Ryzen 5 3600 se saiu muito bem, a temperatura no jogo Battlefield V no modo multiplayer ficou na casa dos 50° e em alguns poucos momentos superou os 60°, nada de anormal por aqui.

reprodução/Canal Pichau
Mas como isso é possível?  

Você pode estar se perguntando como que um processador de R$ 1100 pode conseguir entregar resultados idênticos a um de R$ 2500, vou tentar explicar de uma forma resumida e que fique fácil o entendimento. Os novos processadores da AMD usam a litografia de 7 nanômetros que é a menor do mercado no momento, isso significa que os novos Ryzen tem o que há de mais moderno no mercado em um pequeno componente que consegue alto desempenho sem consumir tanta energia e dissipação de calor, e com isso o processador consegue trabalhar em altas frequências e ser mais eficiente. 

No caso do i7 8700K ele trabalha com litografia de 14 nanômetros, não que ele seja ruim longe disse, porém ele não consegue ser tão eficiente quanto o processador da AMD. 

E agora Intel?  

A Intel está de fato em um beco sem saída, ela vai precisar responder a altura e o que tudo indica esta resposta pode não ser este ano já que previsão seria de que no ano de 2019 os processadores de 10° geração viriam com litografia de 10 nanômetros o que pode não ser suficiente para superar os novos AMD ou pelos igualar. A verdade é que a Intel terá que rebolar para não perder mercado o que provavelmente irá acontecer neste ano de 2019, com os preços praticados pela AMD e a entrega de seus produtos isso ficará quase que inevitável. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.